Mais um guia BIM no Brasil

BIMEm agosto, foi lançada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), uma coletânea de cinco e-books Implantação BIM para Construtoras e Incorporadoras. Escrita pelo consultor Wilton Silva Catelani, que tem descrito uma trajetória de devoção ao tema, inclusive como coordenador da comissão ABNT da primeira norma brasileira do BIM.

Segundo Wilton Silva Catelani, o guia aborda os principais aspectos do BIM de uma forma neutra em relação às tecnologias disponíveis e apresenta um quadro com todos os softwares oferecidos no Brasil separados por funcionalidades, dando uma visão comparativa das soluções possíveis ao longo de todo o ciclo de vida da construção. Você pode obter todos os volumes através do site da CBIC.

Material para leitura

No mês passado o Ivo Mainardi liberou o acesso a sua dissertação de mestrado. O titulo da dissertação é Verificação de regras para aprovação de projetos de arquitetura em BIM para estações de metrô, e esta disponível do site Biblioteca Digital da USP.

Segue o resumo preparado pelo próprio Ivo Mainardi.

Resumo em português

Tendo em vista a crescente demanda da região metropolitana de São Paulo por transporte público rápido e eficaz, os investimentos em novas linhas e estações de metrô são crescentes, bem como a necessidade de aceleração do projeto e construção de tal infraestrutura. Nesse contexto insere-se a implantação do processo BIM – “Building Information Modeling” ou “Modelagem da Informação da Construção” pela Companhia do Metropolitano de São Paulo em seus projetos de estações e vias. O Metrô atua produzindo projetos internamente e, principalmente, contratando projetos externos que necessitam de análise para aprovação. Com o desenvolvimento dos projetos básicos civis em BIM, houve alterações no trabalho diário, a análise visual se beneficiou do modelo 3D, representando agora o projeto inteiro e não apenas seções deste. Isto possibilitou antecipar decisões que antes eram tomadas no executivo, atuando assim em um momento com maior capacidade de alterações de projeto. Um dos usos importantes do BIM no processo de análise de projeto é a Verificação de Regras. O uso de verificação automatizada permite que o analista possa focar apenas na lista de não conformidades, ganhando tempo para dedicar-se mais a resolução destas. E, por parte do projetista, é possível verificar antecipadamente o cumprimento de diretrizes, e já providenciar soluções aos problemas apontados. A presente pesquisa visou apoiar o processo de implantação deste uso de BIM, pela proposta de fluxo para implantação da verificação automatizada, identificação dos padrões de regras existentes e desenvolvimento de uma classificação de regras com foco na automatização de sua verificação. Os padrões propostos foram usados na análise de documento de Instruções de Projeto Básico de Arquitetura e na tradução de suas regras para aplicação em software para este fim com a intenção de fechar o ciclo da verificação

V.Ray Masters

VRayMaster

Já tem um bom tempo que não falo nada sobre computação gráfica. E como recentemente descobri que um conhecido meu (que foi um dos meus professores de 3D Max) esta com um ótimo material neste site.

Uma das coisa mais legais deste site é a seção de podcast, onde o Ricardo Eloy entrevista diversos profissionais da desta área. Ouça a primeira entrevista desta serie.

1º Seminário “Building Information Modeling” (BIM)

Para vocês que não puderam ir para Brasília assistir ao 1º Seminário “Building Information Modeling” (BIM) em 2 de agosto de 2016 no Auditório do Ministério do Planejamento com o tema BIM em Obras Públicas.

O evento é organizado pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU), órgão vinculado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e tem como público alvo Diretores, gerentes, engenheiros e arquitetos do serviço público e privado. Estudantes de graduação e de pós-graduação, professores, pesquisadores e profissionais com interesse em projetos e serviços de engenharia e construção.

 

Clique aqui para ver as apresentações que estão neste vídeo.

FDE cria grupo de trabalho para continuar implantação da tecnologia BIM

Como muitos de vocês devem saber a FDE – Fundação para o Desenvolvimento da Educação esta passando por um processo para a implantação do BIM em seus projetos.  Para situar em que pé esta este processo ressentimento foi publicado em seu site este artigo. Segue alguns trechos da publicação da FDE.

Após realização de audiência pública sobre implantação da tecnologia BIM (Building Information Modeling – Modelagem de Informações da Construção), foi criado grupo de trabalho para dar prosseguimento ao processo de implementação dessa ferramenta que permite aos gestores da construção e da edificação escolar ter maior controle e precisão durante as fases de projeto, na execução da obra, e ao longo da vida útil da edificação.

Entre as responsabilidades dos servidores que compõem o grupo, destacam-se:
estabelecer os critérios e premissas para a prática da metodologia BIM na Fundação;
especificar requisitos para a adoção de ferramentas que suportem os processos de trabalho;
avaliar ferramentas, aderentes à metodologia BIM, capazes de absorver os conteúdos já existentes na FDE;
receber, registrar, responder e publicar questionamentos e sugestões de interessados e envolvidos no assunto.

Imagem capturada da publicação original do site da FDEImagem Renderizada da EE Ilha da Juventude

Benefícios
São vantagens do BIM a transparência nos procedimentos; processos mais eficazes e produtivos; a introdução de novas ferramentas de verificação, simulação e avaliação; a eliminação de incompatibilidades e retrabalhos; a obtenção de orçamentos mais precisos e a diminuição do impacto ambiental.

Autodesk University Brasil 2016

Como nos anos anteriores, a Autodesk vai realizar no hotel WTC Events Center o Autodesk University e como nos anos anteriores teremos 2 dias, 13 e 14 de Setembro de 2016. Sendo que no dia 13 teremos as palestras e no dia 14 os fóruns.

Normalmente eu sou um dos primeiros a fazer este anuncio, mas devidos a outras demandas profissionais acabou sendo somente agora. Este ano o tema é:

EVOLUA SUA CARREIRA E OS SEUS NEGÓCIOS

As maneiras de imaginar, projetar e produzir estão mudando mais rápido do que nunca. Sua carreira e seus negócios estão acompanhando esse ritmo?

Amplie sua criatividade participando do AU Brasil, o mais importante encontro de profissionais de projetos de design, arquitetura e engenharia do Brasil, e junte-se a milhares de profissionais de todas as indústrias.

No site do evento você vai encontrar os motivos para a sua participação e toda a lista de participantes. Vejo vocês lá, como em todos os anos. Aproveitando esta publicação.

Participe do concurso AU Brasil 2016

Mostre seu trabalho com um software da Autodesk e ganhe prêmios. Envie os seus trabalhos de arquitetura, engenharia, apresentações em 3D ou um vídeo para gente. Você pode ganhar um ingresso para o Autodesk University Brasil 2016, tenha o seu trabalho a exposto no stand da Comunidade de Usuários Autodesk e uma entrevista exclusiva.

Veja como é fácil participar.

Desenvolva um trabalho utilizando exclusivamente os software Autodesk (Revit, Infraworks 360, Inventor e 3d Max); dentro das seguintes categorias:
–  Trabalhos de Arquitetura e Engenharias. Apresentação de pranchas com projeto completo (plantas, cortes e elevações), quantitativos, perspectivas… Quanto mais completo maior a sua chance;
Trabalhos de Engenharia Mecânica e Manufaturas. Apresentação de modelo 3D para visualização e o detalhamento 2D (opcional, que será um diferencial de escolha);
Computação Gráfica. Apresentando trabalhos dentro das seguintes subcategorias:
Categoria 1 – Animação, filme curto;
Categoria 2 – Visualização, imagem renderizada com alta qualidade, mencionando quais recursos ou produtos Autodesk foram utilizados.
Infraestruturas. Apresentando trabalhos dentro das seguintes subcategorias:
Categoria 1 – Melhor projeto de Mobilidade (novas ruas, corredor de ônibus, avenidas, ciclovia, etc…);
Categoria 2 – Melhor projeto de Equipamento Urbano (praças, reurbanização, etc…);
Categoria 3 – Melhor projeto de Simulação (simulação de tráfego, simulação de drenagem, simulação de ventos, simulação de inundação, etc…).
O estudo deve ser desenvolvido em uma cidade brasileira usando o Infraworks 360, mostrando a situação atual e a situação proposta conforme demonstração. Devem ser gerado snapshots das duas situações, atual e proposta, e uma animação em vídeo conforme descritos aqui.

Enviar um e-mail com os seus trabalhos com nome completo, RG, telefone para contato e quando for o caso cidade do projeto (os projetos tem que ser obrigatoriamente no Brasil) para os seguintes contatos até dia 31 de Agosto de 2016:
– Projetos de AEC:  claudia.lima@autodesk.com e ricardo.cardial@autodesk.com;
– Projetos de MFG: claudia.lima@autodesk.com e raul.arozi@autodesk.com;
– Vídeos e imagens de M&E:  ricardo.cardial@autodesk.com e  rodrigo.assaf@autodesk.com;
– Projetos de Infraworks 360:  pedro.soethe@autodesk.com, veja como publicar os vídeos do seu projeto aqui.

Os formatos de entrega devem ser:
– Projetos de AEC: Arquivos em DWF (3D e 2D) ou PDF;
– Projetos de MFG: Arquivos em DWF (3D e 2D);
– Vídeos e imagens de M&E: Arquivos de vídeo e imagem (avi, mp4, jpg, png, etc…);
– Projetos de Infraworks 360: Arquivos  de vídeos.

Não é permitida a participação de Colaboradores da Comunidade, Funcionários de Revendas e Funcionários Autodesk

O júri será composto por técnicos especialistas da Autodesk e Comunidade de Usuários Autodesk.
O resultado do concurso será divulgado no dia 5 de setembro de 2016  no site da Comunidade de Usuários Autodesk e os ganhadores serão comunicados por e-mail.

Ao todo serão 7 premiados:
– 1 em AEC, Revit;
– 1 em MFG, Inventor;
– 2 em M&E, 3dsMax;
– 3 em Infraestrutura, Infraworks 360.
Cada um dos ganhadores vai receber 1 ingresso cortesia para o Autodesk University Brasil deste ano e 1 brinde Autodesk, além de ter o seu trabalho exposto no stand da Comunidade de Usuários Autodesk durante o Autodesk University Brasil 2016 e uma entrevista que será realizada durante o Autodesk University Brasil.

Veja neste video os vencedores do concurso do Autodesk University Brasil 2015

Ao participar do concurso o participante concorda com a exibição do projeto durante o congresso Autodesk University Brasil 2016 a realizar-se em São Paulo no dia 13 e 14 de setembro de 2016.
Concorda também com a divulgação de imagens e/ou vídeos nos diversos sites e mídias sociais da Autodesk (Facebook e LinkedIn)

Preocupações de um “Projetista”

Como publicação de retorno venho compartilhar com vocês uma das minhas preocupações quanto a algumas soluções utilizadas em supostos modelos BIM. Em grande parte o que vejo vem da falta de treinamento adequado nos programas modeladores BIM (REVIT, CIVIL 3D, Bentley, Vector, ArchiCAD) e em construção civil, isso tirando os que acreditam que um modelo BIM é somente para gerar uma ilustração de computação gráfica.

Este é principal dos motivos pelo qual o BIM roda quadrado no Brasil. Outro motivo é o que apresentei em uma das minhas primeiras publicações, ainda temos muitos curiosos ou ainda teóricos sem pratica dando palpites no processo e querendo reinventar a roda para ajustas o processo BIM a suas cadeias produtivas, cadeias que focavam somente na projeto impresso e subtilizando as tecnologias CAD vistas somente como uma prancheta eletrônica.

Estes motivos que fazem ainda hoje termos modelos repletos de gambiarras que dificultam a passagem da informação para as etapas seguintes, os conhecidos #Ds do processo BIM, alguns já com nomes próprios como o FM.